Saiba como combinar vinhos e massas

Saiba como combinar vinhos e massas

Vinhos e massas são uma combinação incomparável quando pensamos em um bom jantar, não é mesmo? Mas, encontrar a harmonização perfeita entre esses dois pode ser uma tarefa difícil quando não se sabe muito sobre o rótulo que escolheu. 

giphy
Fonte: Giphy

Isso porque vários fatores devem ser postos à mesa antes dessa escolha, como o molho que será colocado na massa, o nível de acidez do vinho, a porcentagem de álcool na bebida e muitos outros aspectos que devem ser levados em consideração para que tenha uma refeição agradável e sem indigestões.

giphy
Fonte: Giphy

Mas, vamos começar aos poucos e, antes que se aprofunde em detalhes mais complexos da análise de bons vinhos, vamos te passar um guia prático para a escolha, que você deve anotar no caderno de receitas para não esquecer nunca mais! 

Como harmonizar vinhos e massas?

No geral, as massas em si não interferem significativamente na harmonização, visto que o que dita seu nível de acidez e teor de gordura são os molhos que  acompanham. 

Esses dois fatores são essenciais ao pensar em qualquer harmonização, pois é preciso garantir que o vinho e o prato sirvam como complemento um do outro, ressaltando sabores e tornando a experiência ainda melhor. 

Dito isso, é preciso que você inicie a combinação entre o vinho e a receita tomando como norte a escolha do molho. 

Vinhos para massas com molho branco

Vinhos para massas ao molho branco
Fonte: renatalang / IStock

 

Delicado, porém gorduroso, o molho branco pede como acompanhamento vinhos pouco encorpados, capazes de equilibrar a experiência e torná-la balanceada. 

Como esperado, os vinhos brancos são boas opções nesse caso, em especial os provenientes da uva Chardonnay

Mas, se você não é fã desse tipo de vinho, também pode recorrer aos vinhos tintos de taninos, com persistência e maciez. 

Opções para harmonizar com molho ao sugo

Vinhos para massas ao molho ao sugo
Fonte: Elena_Danileiko / IStock

 

Como é de se esperar, ao analisarmos as possíveis combinações com o tradicional molho ao sugo, precisamos considerar a acidez natural do tomate, que é a grande estrela desse prato. 

De forma quase redundante, o ideal não é fugir dessa acidez, mas sim usá-la para dar sinergia ao prato, sem exageros. Por isso, opte por combinar essa massa com um tinto de boa densidade, mas que não chegue a ser encorpado, com acidez considerável.

Além disso, para uma harmonização mais requintada, dê destaque aos vinhos de aroma frutado

Vinhos para massas à bolonhesa 

vinhos para massa molho bolonhesa
Fonte: Amarita / IStock

Queridinho dos brasileiros, as massas com esse tipo de molho tendem a harmonizar melhor com vinhos tintos de textura áspera e concentrados, ajudando a limpar o paladar. 

Outra forma de encontrar a combinação ideal é lembrar que no molho bolonhesa a presença do tomate ainda é muito marcante, então você também pode apostar em vinhos de aroma frutado. 

Vinhos para harmonizar com massa carbonara

vinhos com massa carbonara
Fonte: Lipe Borges / IStock

Tradicional nos restaurantes, o macarrão carbonara é, sem dúvida, uma opção marcante e com considerável teor de gordura. 

Então, opte por vinhos estruturados e encorpados, com aromas defumados que intensifiquem o sabor do bacon presente na receita. 

Combinações leves com massas ao molho pesto

vinhos com massas ao pesto
Fonte: nerudol / IStock

Por fim, mas não menos importante, as massas acompanhadas de molho pesto trazem ao paladar uma espécie de leveza e suavidade, característica da junção de elementos frescos como castanhas, ervas e azeite. 

Para acompanhá-las, é preciso selecionar vinhos que também carregam essas características, sem abrir mão de muito aroma, acidez e sabor, de forma que o vinho ainda consiga se destacar diante do sabor ressaltado das ervas. 

Preferencialmente, opte por vinhos brancos.

Vinho para massas com frutos do mar

Vinhos que acompanham massas com frutos do mar
Fonte: wmaster840 / IStock

Receitas com massas e frutos do mar são muito comuns e, nesse caso, o maior desafio é harmonizar o vinho com a proteína, fazendo com que os dois possam brilhar igualmente. 

Para esses casos, não tem erro! Aposte no vinho rosé com aromas frutados e florais. Tanto o rosé de Malbec quanto o rosé de Merlot são boas opções e vão agregar frescor, suavidade e classe ao prato. 

Com essa junção de conhecimentos, você conseguirá facilmente harmonizar suas massas aos vinhos, fazendo novas associações com outros tipos de receitas que deseja balancear com a bebida! 

Vale lembrar que, os critérios para as harmonizações seguem os mesmos e, com essa base você vai poder pensar em outras combinações e, quem sabe, se arriscar em novas! 

Afinal, a experiência de degustar massas acompanhadas de bons vinhos tornam momentos ainda mais especiais. Não deixe de experimentar com sua família e amigos! 

Para mais conteúdos sobre o universo dos vinhos, não deixe de acompanhar os artigos Vinholando, sempre compartilhando com os colegas enófilos e nos contando o que achou! 😉

Grazielle GrazielleApreciadora de um bom vinho! Formada em comunicação, nas horas vagas se dedica a entender e apreciar diferentes rótulos.

Comentários

Cadastre-se e receba nossas novidades